PESQUISE AQUI








Pesquisa personalizada






2 de ago de 2010

dicas animal

Para tirar mau cheiro de gaiolas de pássaros, espalhe no fundo delas uma camada fina de sulfato de cal e depois cubra com uma camada de areia.
Pulgas:
Quatro espécies de pulgas, são mais comuns na área urbana: a do cão, a do gato, a do rato e a do homem, que podem eventualmente picar outros hospedeiros na ausência de seus preferidos. As fêmeas colocam os ovos sobre o corpo do hospedeiro ou no ambiente: carpetes, vãos de assoalho e outros pontos de poeira. Desses ovos saem as larvas, que se transformam em pupa, casulo recoberto e protegido pelo pó. Com as vibrações dos movimentos de pessoas ou animais, as pulgas saem de seus casulos. É por isso que, ao se retornar de viagem para uma casa que ficou fechada, ás vezes ocorrem infestações. Para evitar a proliferação de pulgas, basta seguir as orientações do Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo:
Onde há animais domésticos, o controle tem que ser feito sobre os bichos e sobre o ambiente. Os animais devem ser tratados com medicamentos específicos para cães e gatos, recomendados pelo veterinário.
No banho   dos mascotes, pode-se misturar algumas gotas de vinagre na água do enxágüe. O vinagre pode também ser utilizado no ambiente.
O uso de um eficiente aspirador de pó remove os ovos e as fases intermediárias da pulga. Recomenda-se utilizar um inseticida apropriado dentro do saco de armazenagem do aspirador, ou transferir o conteúdo aspirado para um local onde possa queimá-lo.
O controle  das pulgas também é beneficiado com a remoção do piso onde ela se prolifera, como carpetes, tapetes e tacos mal calafetados.
Folhas de erva-de-santa maria devem ser colocadas nos locais de repouso dos animais.

Uma dica excelente para acabar com PULGAS, é jogar por todo o quintal, ou onde elas se encontram, sal refinado, elas sumirão.
Jogar água com sal refinado, no cachorro com sarna, para curá-lo.
(Colaboração Elizélia Assis).

Para evitar que seu cãozinho chore muito à noite, experimente colocar perto do local onde ele dorme, um relógio despertador, daqueles de corda. O tique-taque do relógio vai acamá-lo num instante.
Dicas para tirar odor de urina e fezes do seu animalzinho:
Água, sabão, vinagre e água sanitária, esses produtos limpam depois de passar muitas vezes pelo local, porém mascaram o cheirinho que o animal sente. Para ele não voltar a fazer sujeira no mesmo lugar, só usando produtos industrializados que você encontra em Pet shops: "Eliminador de Odores Enzimac", "Eliminador de odores Smell Less", "Odor - Out". Antes de usar qualquer produto leia com atenção as informações de uso.

Adaptação
Este filhote está acostumado a viver entre seus irmãos, portanto nas primeiras noites ele irá chorar. Pedimos que, se não quiserem que o cão adulto durma na cama, não deixe o filhote dormir porque será impossível explicar que, quando filhote pode, quando adulto não. No máximo coloque-o para dormir em uma caminha ao lado da sua e durante a noite se ele chorar, acaricie até que ele se sinta seguro novamente. Ensine as normas da casa desde cedo, pois o cão deverá se acostumar a sua rotina e faça com que todos na casa sigam as mesmas normas.

Fique atento ao limpar as urina e fezes de seu animal, pode ficar restinhos de sujeita até mesmo onde não está vendo, como frestas de pisos ou rodapés, todo cuidado é pouco para que sua casa fique higienizada.
Se seu cão já está adulto e continua roendo as alvenarias, peças de uso da família, etc... Pode ser carência ou falta de atividade física. Leve-o para passear, dê mais atenção ao seu animalzinho. Se não tem tempo nem paciência melhor não tê-los.
Prevenir e afastar ratos:
Manter o lixo acondicionado em sacos plásticos dentro da lixeira tampado, retirando-o diariamente e mantendo a lixeira limpa;
Proteger aberturas externas com telas metálicas;
Não deixar alimentos para animais domésticos expostos durante à noite; Armazenar corretamente produtos e utensílios;
Manter terrenos baldios livres de matos e montes de lixo;
Limpar os terrenos , mantendo bem cuidados os jardins, sem amontoados de vegetação. Gramados bem aparados desencorajam a passagem de ratos;
Evitar o acúmulo de objetos em garagens e sótãos;
Fazer desratização preventiva.

Prevenir e afastar pombos:
Ácaros de pombos provenientes de aves e ninhos podem causar dermatites em contato com a pele do homem.

Como prevenir:
Umedecer as fezes antes de remove-las e utilizar máscara ou pano úmido na boca e nariz para fazer a limpeza do local;
Proteger os alimentos de possível acesso das aves;
Algumas medidas como telas nas aberturas, remoção de ninhos, mudança no ângulo de inclinação da superfície de pouso para 600, fios de nylon em beirais servindo como barreira, bem esticados e presos nas pontas por pregos;
Não permitir o reaproveitamento por pombos das sobras de ração de animais domésticos.
O hábito de fornecer alimentos para pombos acarreta desequilíbrio populacional com proliferação excessiva dessas aves, desencadeando problemas para o meio ambiente e afetando a qualidade de vida das pessoas.

Morcegos
Crianças, como os adultos, devem evitar o contato direto com os morcegos. Alimentos consumidos parcialmente pelos animais devem ser descartados, e locais onde se detectem fezes e urina devem ser lavados com desinfetantes.
Fezes caídas do forro demonstram a necessidade imediata de manutenção dos telhados. Lave o local com desinfetante e chame uma firma para manutenção do telhado.
Não chame firmas dedetizadoras para eliminar os morcegos. Além de ilegal este processo causa inúmeros problemas. Os inseticidas empregados não matam imediatamente os morcegos, causando, entretanto, desorientação. Com isso, o problema será ainda aumentado, pois estes terão mais probabilidades de entrar em sua residência e ter contato com os moradores e animais domésticos. Lembre-se também que morcegos contaminados encontrados caídos poderão causar contaminação de animais domésticos e mordeduras se manipulados por crianças.
Os ataques de Morcegos Hematófagos (também conhecido por vampiros) devem ser notificados imediatamente ao Departamento de Agricultura ou o Serviço Municipal de Vigilância Sanitária.
Não há um único método para repelir os morcegos, visto a grande variedade de espécies e as mais variadas condições. Para cada problema existe uma solução. Métodos pouco onerosos podem em algumas ocasiões surtir o efeito desejado, como sons ou luzes, enquanto em outros apenas com uma reforma do telhado poderá ser solucionada a entrada de morcegos. Até o momento não se conhece repelente químico eficaz.
Assim, se necessitar mexer no seu telhado prefira realizar a intervenção durante o inverno.

Os principais conselhos de adestradores são:
1)Utilize sempre as mesmas palavras.
2)Mostre-se paciente e atencioso com o bicho.
3)Seja firme mas com doçura. Toda brutalidade constrói no animal um caráter medroso, inquieto ou agressivo. Ele será reflexo desses ensinamentos.
4)Adote sempre uma atividade coerente. Por exemplo nunca bata num animal com as mãos, elas devem apenas acariciar. Se necessário, faça-o com um objeto macio, um jornal, um tecido, um chinelo.

Postagens populares

Minha lista de blogs

tang

Pesquisa personalizada
User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:Abobora Doce Recheada Adimito Amendoas Bacalhoada Bolinho Caranguejo Bolinho Recheado Queijo Bolos Decorados Mecanico Calda Manjar Carne Receita Cerveja Creme De Maca Croqueta Frango Presunto Feito Cuscuz Marroquino Folhadinhos Rapidos Gelatina Abacaxi Hoteis Inquilinato Laranja Morangos Licor Ameixa Macas Glaceadas Massa Leitao Massas Yakisoba Menus Dia Namorados Microondas Pao Molho Requeijao Frango Molhos Especial Tender Muffins De Halloween Paelha Marisco Panquecas Ovos Pate De Caviar Pessego Receitas De Pimenta Limao Polpa Manga Receitas Castanhas Portuguesas Receitas Cheesecake Receitas Rapidas Natal Repolho Crespo Risotto Pato Saladas Vinaigrette Sobremesas De Copinhos Sopa Arroz Feijao Sopa Courgette Sorvetes De Damasco Souvlaki Spaghetti Receitas Tarte Espinafres Frango Tarte Fruta Natas Tomates Forno Video Racao Humana